“Práticas de Subjetivação no Imperativo da Escola Inclusiva” foi o tema da palestra de abertura da Semana Acadêmica de Pedagogia da CNEC/IESA

O evento segue até sexta-feira, 09, no Auditório Vermelho da Instituição

07.06 - Práticas de Subjetivação no Imperativo da Escola Inclusiva foi o tema da palestra de abertura da Semana Acadêmica de Pedagogia da CNEC IESA

 

Iniciou nesta terça-feira, 06 de junho, a 10ª Semana Acadêmica do curso de Pedagogia da CNEC/IESA. Com o tema “Inclusão Escolar: Um Olhar sobre os Sujeitos da Escola Inclusiva”, o evento segue até a próxima sexta-feira, 09 de junho, como um espaço oportunizando a interlocução, discussão, reflexão e a produção de novos saberes sobre a escolarização dos sujeitos com deficiência.

O evento tem como objetivo contribuir para a formação humana e intelectual dos acadêmicos e participantes, além de consolidar um espaço de formação interdisciplinar, visando à integração dos profissionais da área da educação.

A abertura das atividades contou com a presença do diretor da Instituição, professor Gilberto Kerber, a coordenadora do curso, Mônica Vincensi, a coordenadora do evento, professora Vera Werle, representando a Câmara de Vereadores, Lauri Juliani, demais autoridades e professores de diversas instituições de ensino de Santo Ângelo e região.

 

07.06 - Práticas de Subjetivação no Imperativo da Escola Inclusiva foi o tema da palestra de abertura da Semana Acadêmica de Pedagogia da CNEC IESA 2

 

Em seu pronunciamento, a coordenadora do curso, professora Mônica Vincensi, destacou a importância e relevância do tema escolhido, como um espaço de discussão e contribuição com o tema da inclusão.

 

07.06 - Coordenadora do curso de Pedagogia, Mônica Vincensi

 

Para o diretor Gilberto Kerber, “como gestor de uma Instituição como a CNEC, neste momento os desafios são enormes. O tema inclusão, em todos os aspectos, é muito importante, principalmente no momento em que o país está passando. Espero que possamos refletir os processos inclusivos e construir a educação”.

A palestra de abertura teve como tema “Práticas de Subjetivação no Imperativo da Escola Inclusiva”, com Eliana da Costa Pereira de Menezes. Para a palestrante, falar de inclusão não é fácil, pois não temos um posicionamento único. “As políticas de inclusão não são as mesmas para todos, para alguns funciona e outros não. Devemos pensar nos efeitos dessa prática e como colocamos em prática”.

Eliana contou ainda que há 16 anos trabalha com educação especial. “Fui me redesenhando na inclusão, através de muita pesquisa”.

 

07.06 - Palestrante Eliana da Costa Pereira de Menezes

 

Nesta quarta-feira, 07, às 19h30, acontecerá o Momento Cultural: Escola Raios do Sol e às 19h45 a palestra: A Formação de Professores no contexto da Educação Inclusiva, com Altair Alberto Fávero. Confira a programação:

07 de junho - Quarta-feira:

19h30: Momento Cultural: Escola Raios do Sol

19h45: Palestra: A Formação de Professores no contexto da Educação Inclusiva

Palestrante: Altair Alberto Fávero

Mediador: Vera Werle

08 de junho – Quinta-feira:

19h30: Palestra: Crianças com Distúrbios Globais do Desenvolvimento: Perspectivas Clínicas e Escolarização

Palestrante: Elaine Werle

Mediadora: Roseléia Schneider

09 de junho – Sexta-feira:

19h30: Painel: Diálogos acerca de Práticas Inclusivas - Escola Raios do Sol, Rede Municipal de Ensino, Rede Estadual de Ensino, CAPES Infantil e Clínica Centro de Reabilitação São Vicente de Giruá.

Mediadora: Mônica Filipin Vincensi

 

07.06 - Práticas de Subjetivação no Imperativo da Escola Inclusiva foi o tema da palestra de abertura da Semana Acadêmica de Pedagogia da CNEC IESA 4

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *